segunda-feira, fevereiro 12, 2007

VPV

Pois eu sou de esquerda, Tiago, e nunca senti, sequer, o rabinho assado ao ler o nosso Vasco. Verdade seja dita, nunca sofri dos intestinos. Gosto de manga e de corn flakes. E aprecio particularmente quando Pulido Valente afirma - aos 40 minutos e 35 segundos deste programa -, a propósito do inimigo nº 1 da direita portuguesa, Mário Soares, que "o bom que o país tem agora é (principalmente) devido a ele" e que foi "um óptimo governante."
.
Ainda que não sejam novidades, é sempre reconfortante ouvi-las da boca de São Vasco, o ídolo da direita que, dissimuladamente (ma non troppo), anda a ver se consegue entronizar o Marocas na categoria do Pior Português de Sempre. Mas adiante, que este blog não trata de técnicas de empalação.